O “BOOM” DO BEACH TENNIS NO BRASIL

O “BOOM” DO BEACH TENNIS NO BRASIL

Se exercitar e manter mente e corpo saudáveis durante uma das mais graves crises sanitárias da história se tornou um desafio para muitos brasileiros. Em busca de esportes com o mínimo contato físico, mas que podem ser praticados em grupo, muita gente encontrou no beach tennis a possibilidade de se manter ativo ao ar livre.

O beach tennis é um dos esportes que mais crescem no Brasil. Quem conhece e joga, simplesmente não consegue parar. Com elementos do tênis, obviamente, mas também do badminton e do vôlei de praia, o beach tennis encontrou solo fértil no Brasil. A equipe nacional já venceu três vezes a Copa do Mundo, que tem formato parecido com o da Copa Davis, tradicional torneio entre países do tênis. A competição é disputada por equipes que representam seus países nas modalidades masculina, feminina e mista.

Alguns dos principais nomes do beach tennis mundial são estrelas internacionais como os italianos Alessandro Calbuci e Michele Capeletti e o russo Nikita Burmakin; Mas tem também as estrelas brasileiras, como Vini Font, André Baran, Thales Santos, Rafaella Miller e Joana Cortez. 

Como jogar? 

Conforme a jogadora e instrutora Renata Alcântara, o jogo pode ser disputado de três maneiras: 1 contra 1 na quadra simples, 2 contra 2 na quadra de duplas. e 2 contra 2 misto (homem e mulher) na quadra de duplas, mas daí somente com saque por baixo.

A quadra simples tem tamanho de 16m de comprimento por 4,5m de largura. A quadra pro jogo de duplas tem tamanho de 16m de comprimento por 8m de largura. Para ser o vencedor, o atleta deve ganhar 6 games. Para vencer 1 game, o jogador deve fazer 40 pontos. Na contagem de 15, 30 e 40.

As categorias e números de jogos variam de acordo com a organização de cada torneio. As principais categorias são: simples e duplas ambos nos dois naipes (masculino e feminino) e dupla mista. No brasil, os torneios geralmente incluem as categorias: Profissional, A,B, Master + 45 , iniciante e infantil.

 

 

Opinião da Federação

Para o presidente da FCT - Federação Catarinense de Tênis, Alexandre Reis de Farias, “O Beach Tennis já passou de 500 mil praticantes no Brasil, e em SC a chancela é da Federação Catarinense de Tênis." Para Farias, o Beach Tennis é um esporte muito democrático, pois envolve toda família. Além do que, em poucas aulas, já permite que o adepto da modalidade possa jogar torneios nas mais diversas categorias. "Temos cerca de 20 categorias amadoras além da profissional." O Beach Tennis veio para ficar, ele representa atualmente o esporte que mais cresceu no Brasil e em Santa Catarina. Estima-se que de 2020 até este ano, o esporte teve mais de 2.000% de crescimento e continua em expansão. "Para 2022 , já lançamos o calendário da FCT, e teremos muitos torneios oficiais em SC, começando pelo BT400 no Balneário Rincão (sul de SC) com premiação de US$ 35.000,00.

whatsapp-icon